Domingo, 23 de Junho de 2024 07:25
88981351822
Internacional Internacional

Parlamentares do Japão criam comissão para investigar óvnis: 'Ameaça significativa'

Políticos defendem que fenômenos podem ser drones de vigilância ou armas.

10/06/2024 09h31 Atualizada há 2 semanas
Por: Thales Menezes Fonte: O GLOBO
Foto: Divulgação / Redes Sociais
Foto: Divulgação / Redes Sociais

Deputados japoneses criaram um grupo de trabalho para investigar as aparições de objetos voadores não identificados, mais conhecidos como óvnis. Segundo os parlamentares, as aparições não devem ser menosprezadas, uma vez que podem ser drones de vigilância ou armas. O grupo é composto por 80 membros, entre eles ex-ministros da Defesa, e pedirá ao governo para reforçar suas capacidades para detectar e analisar esse objetos.

No Japão, os óvnis foram considerados durante muito tempo "uma matéria obscura que nada tem a ver com a política", disse o deputado opositor Yoshiharu Asakawa, membro destacado do grupo. Mas se forem "armas secretas de última geração ou drones de espionagem camuflados, podem representar uma ameaça significativa para nossa segurança", alertou.

Recentemente, para o constrangimento de Tóquio, as redes sociais chinesas foram dominadas por um vídeo não autorizado de um helicóptero destroier em uma instalação militar japonesa, aparentemente filmado por um drone.

Continua após a publicidade

E no ano passado, o Ministério da Defesa reconheceu que tem fortes suspeitas de que alguns objetos voadores observados nos céus do Japão são balões espiões enviados pela China.

O Departamento de Defesa americano criou um escritório em 2022 para investigar tais fenômenos que, em um relatório no ano passado, designou a região entre o oeste do Japão e a China como um “ponto quente” para observação de óvnis. Os deputados japoneses querem que Tóquio crie um escritório semelhante e fortaleça sua cooperação e compartilhamento de inteligência com os EUA.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias