Domingo, 23 de Junho de 2024 07:39
88981351822
Segurança Pública Barbalha

ONG internacional identifica pornografia infantil no Brasil e PF faz apreensão no Ceará

ONG internacional identificou usuário de origem brasileira ao detectar imagens de sexo explícito infantil na internet. Mandado foi cumprido no município de Barbalha.

28/05/2024 09h28 Atualizada há 3 semanas
Por: Thales Menezes Fonte: DAYANNE BORGES / O POVO ONLINE
Foto: Divulgação / PF
Foto: Divulgação / PF

A Polícia Federal (PF) cumpriu nesta terça-feira (28), um mandado de busca e apreensão contra o comércio de conteúdo sexual infantil, no município de Barbalha, no Cariri cearense. A operação "Infante Guardian" visa à interceptação de armazenamento, difusão e venda de conteúdo infantojuvenil na internet.

A investigação pela PF foi iniciada a partir de uma ONG internacional que atua no combate à exploração sexual infantil e realiza o resgate de crianças desaparecidas, em parceria com o governo norte-americano.

A ONG detectou a circulação de imagens contendo sexo explícito infantil e identificou usuário de origem brasileira. A Polícia Federal foi acionada para identificar o criminoso.

Continua após a publicidade

Por meio da 16° Vara da Justiça Federal de Juazeiro do Norte, foi expedido um mandado de busca e apreensão para que ação realizada em Barbalha identificasse coautores e envolvidos nos delitos.

Posse, armazenamento e disponibilização de material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes é considerado crime hediondo. O investigado pode pegar até dez anos de reclusão.

O material recolhido pela Polícia servirá de investigação para apurar se outros tipos de crimes sexuais mais graves contra crianças e adolescentes foram cometidos pelo suspeito.

Continua após a publicidade

O nome da operação, "Infante Guardian", faz alusão a uma das atribuições da PF: "reprimir crimes praticados pela internet, protegendo o direito das crianças e adolescentes de se desenvolverem livres de abusos e explorações sexuais".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias