Domingo, 23 de Junho de 2024 08:00
88981351822
Brasil Crime bárbaro

Jovem matou pai e irmã, almoçou no local, foi à academia e voltou para matar a mãe

No relato do Boletim de Ocorrência, consta que o adolescente afirma que cometeu o crime porque estava com raiva dos pais após eles tirarem o celular dele.

23/05/2024 08h50 Atualizada há 4 semanas
Por: Thales Menezes Fonte: O POVO ONLINE
Foto: Reprodução / Redes Sociais
Foto: Reprodução / Redes Sociais

O adolescente de 16 anos apreendido por matar o pai, a mãe e a irmã, na Zona Leste de São Paulo, na última semana, confessou em depoimento à Polícia que não se arrepende do crime e que pensou no crime antes de cometê-lo. ⁠

No relato do Boletim de Ocorrência, consta que o adolescente afirma que cometeu o crime porque estava com raiva dos pais após eles tirarem o celular dele.

O caso aconteceu na casa em que a família morava e, após cometer o crime, o jovem permaneceu com os corpos até o último domingo (19), quando decidiu acionar a Polícia e confessar o que tinha acontecido.⁠

Continua após a publicidade

O garoto relatou à Polícia que utilizou a arma do pai para cometer o crime contra a família. O pai era da Guarda Civil de Jundiaí e mantinha uma arma em casa, e o jovem teria feito um teste com o objeto quando estava sozinho em casa.

Segundo relato do adolescente, ele esperou o pai chegar após buscar a irmã na escola. Na cozinha, quando o pai estava de costas, ele atirou. A irmã, quando ouviu o barulho, foi ao local e também foi baleada no rosto.⁠

O jovem ainda relatou no depoimento que, após matar o pai e a irmã, almoçou no local e foi à academia. Ele retornou para a casa e esperou a mãe chegar, que viu os corpos da filha e do marido e também foi morta.

Continua após a publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias