Segunda, 15 de Julho de 2024 11:05
88981351822
Brasil Saúde

Como lidar com a perda de apetite na terceira idade

Veja algumas estratégias são fundamentais para enfrentar da melhor forma o desafio da perda de apetite na terceira idade.

09/07/2024 08h13
Por: Thales Menezes Fonte: MARKABLE COMUNICAÇÃO
Foto: Freepik
Foto: Freepik

A perda de apetite é uma preocupação recorrente à medida que a população envelhece. Comum entre os idosos, ela pode ter diversas causas e, para que a falta de nutrientes não cause danos à saúde desse idoso, algumas soluções como comer de 3 em 3 horas são fundamentais.

Essa rotina garante que o idoso receba a energia necessária para que o organismo funcione corretamente.

Para a gerente técnica da Home Angels, maior rede de cuidadores supervisionados da América Latina, Silvia Camila, algumas estratégias são fundamentais para enfrentar da melhor forma o desafio da perda de apetite na terceira idade. Por isso, ela listou algumas dicas práticas para ajudar a enfrentar esse problema, promovendo um envelhecimento saudável.

Continua após a publicidade

Monitoramento de especialista

A diminuição da fome, quando ocasional, pode ser considerada normal, porém, se isso se tornar corriqueiro, é necessário procurar um especialista. “Um nutricionista é o mais indicado para a prescrição de dietas pensadas especificamente para cada caso.

Além disso, outro problema comum é a falta de apetite como resultado de próteses mal posicionadas ou problemas dentários. Por isso, é crucial consultar-se regularmente com um dentista”, afirma Silvia

Continua após a publicidade

Refeições atraentes e diversas

Criar refeições atraentes e ricas em nutrientes que incentivem o consumo é uma boa estratégia. “Se o paladar do idoso está alterado ou reduzido, é legal apostar na apresentação visual da comida. Alimentos bem apresentados visualmente e com cores variadas podem estimular a vontade de consumo e instigar o apetite”, destaca.

Convívio social

Continua após a publicidade

Refeições à mesa, com companhia e boa conversa podem tornar-se um atrativo para quem não está com tanto estímulo para alimentar-se. “Incentivar o convívio social, seja com a família ou até mesmo com o cuidador, traz para o idoso um motivo a mais”, ressalta.

Hidratação sempre

Fundamental para um bom funcionamento do organismo, além de hidratar, a água é indispensável também para regular as temperaturas corporais. “Os idosos possuem grande tendência à desidratação. Por isso, é aconselhável criar o hábito de ingerir líquidos mesmo sem estar com tanta sede.

É recomendado incentivar a pessoa idosa a ingerir um copo de água de hora em hora e, uma ótima estratégia para intercalar durante o dia é investir em água saborizada e sucos naturais", completa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias