Segunda, 15 de Julho de 2024 12:26
88981351822
Segurança Pública Corrupção

MP do Ceará deflagra operação para prender suspeitos de “rachadinha” em Ipueiras

Foram cumpridos ainda oito mandados de busca e apreensão nas residências dos alvos e na sede do SAAE de Ipueiras.

08/07/2024 09h35 Atualizada há 6 dias
Por: Thales Menezes Fonte: ASCOM MPCE
Foto: Divulgação / Ascom MPCE
Foto: Divulgação / Ascom MPCE

O Ministério Público do Ceará, por meio do Grupo Especial de Combate à Corrupção (Gecoc), com apoio da Polícia Civil, deflagrou a Operação “Charco”. A ação apura suposto desvio de dinheiro público através de “rachadinha” entre gestores e servidores no Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Ipueiras.

Na ação, foram expedidos três mandados de prisão temporária contra uma diretora e ex-chefes do órgão, que não foram localizados e seguem sendo procurados. Foram cumpridos ainda oito mandados de busca e apreensão nas residências dos alvos e na sede do SAAE de Ipueiras.

A operação resultou na apreensão de celulares, agendas e documentos. Os investigados poderão responder por crimes de peculato, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Continua após a publicidade

A investigação do MP do Ceará apontou a existência de um suposto esquema organizado por pessoas influentes dentro do SAAE de Ipueiras, com participação dos então superintendentes.

O desvio dos recursos públicos funcionaria através da contratação de funcionários sob a condição de repassarem 50% do salário para pessoa indicada pelo superintendente, prática conhecida como “rachadinha”.

Nome da operação

Continua após a publicidade

O nome “Charco” faz referência à água parada, rasa, suja e lodacenta, simbolizando o caráter reprovável dos crimes investigados no âmbito da autarquia de Água e Esgoto de de Ipueiras.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias