Segunda, 15 de Julho de 2024 11:47
88981351822
Segurança Pública Chacina de Viçosa

Única sobrevivente de chacina em praça no Ceará segue internada em estado grave

No dia do crime a vítima estava com os dois filhos, entre eles um bebê de um ano, que não ficou ferido.

28/06/2024 10h47 Atualizada há 6 dias
Por: Thales Menezes Fonte: G1/CE
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A única sobrevivente da chacina na praça de Viçosa do Ceará, a 350 quilômetros de Fortaleza, continua internada, está consciente, mas o estado de saúde dela ainda inspira cuidados, conforme informado por familiares nesta quinta-feira (27).

A mulher, identificada apenas como Amância, de 26 anos, foi uma das nove pessoas baleadas na madrugada do dia 20 de junho na Praça Clóvis Beviláqua, no Centro de Viçosa. Sete vítimas morreram no local e a oitava morreu um dia depois, no hospital.

No dia do crime, Amância estava acompanhada dos dois filhos: um bebê de 1 ano e uma adolescente de 13 anos. A criança conseguiu evitar os disparos com ajuda da irmã, que saiu correndo com ele nos braços a mando dos criminosos.

Continua após a publicidade

Já a mãe foi atingida por vários disparos. Antes de serem executadas, as vítimas foram rendidas pelos criminosos e colocadas lado a lado.

Um homem de 51 anos foi preso pela polícia na última sexta-feira (21), na cidade de Parnaíba, no Piauí, por suspeita de envolvimento com a chacina. Um veículo usado no crime foi apreendido.

Segundo a Secretaria da Segurança, ele é apontado como a pessoa que revelou aos executores o local onde as vítimas se encontravam em Viçosa. Após a captura, o suspeito foi autuado em flagrante pelos homicídios. A prisão em flagrante foi convertida em preventiva.

Continua após a publicidade

"Mais detalhes serão repassados em momento oportuno para não comprometer os trabalhos policiais em andamento", disse a Secretaria da Segurança.

'Começaram a atirar'

Em um vídeo, gravado momentos após a chacina, em que a mãe das crianças relata para os primeiros policiais que chegaram a ocorrência como tudo aconteceu.

Continua após a publicidade

"Não estava com o pessoal não, estava curtindo em outra praça e eles [criminosos] mandaram eu vim para cá [praça da matriz]", falou a mulher.

Ao ser questionada sobre o carrinho de bebê deixado no local, a mulher disse que era dos filhos dela.

"Acho que eles foram embora, pois eles [criminosos] pediram para eles [crianças] sair. Eles só me chamaram para cá e começaram a atirar”, falou a sobrevivente.

Relembre os fatos

Todas as vítimas foram baleadas durante a madrugada na Praça Clóvis Beviláqua, no Centro da cidade de Viçosa do Ceará. O município fica no norte do estado, na divisa com o Piauí.

O secretário da Segurança Pública do Ceará, Roberto Sá, disse que é “prematuro” afirmar a motivação das mortes. No entanto, ele não descartou que a chacina esteja envolvida com o tráfico de drogas na região.

Três pessoas foram detidas em flagrante, ainda na quinta-feira, por envolvimento com o tráfico de drogas na região. Elas foram ouvidas como parte do trabalho investigativo da chacina, mas o secretário Roberto Sá disse que ainda não é possível confirmar o envolvimento dos três detidos nas mortes.

As vítimas mortas tinham entre 16 e 26 anos. São elas:

• Ana Carolina de Sousa Rocha, 24 anos

• Francisco Luan Brito da Silva, 26 anos

• Uma adolescente de 16 anos

• Isamara de Sousa Rodrigues, 25 anos

• Adrian Mateus Brito dos Santos, 23 anos

• André Júnior, Geovane e Júlio, de idade e nome completo ainda não confirmados

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias