Segunda, 15 de Julho de 2024 12:31
88981351822
Segurança Pública Fortaleza

Idosa e criança são mortas em tentativa de chacina em Areninha de Fortaleza

Outras pessoas foram baleadas no local, sendo três crianças e uma mulher adulta; Além do crime registrado na Areninha, outros quatro homicídios ocorreram em Fortaleza e Caucaia nesta sexta-feira (21).

22/06/2024 12h53 Atualizada há 3 semanas
Por: Thales Menezes Fonte: DIÁRIO DO NORDESTE
Foto: Reprodução / Redes Sociais
Foto: Reprodução / Redes Sociais

Uma idosa e uma criança foram mortas em uma tentativa de chacina na noite desta sexta-feira (21), na Areninha Campo Barroso, Grande Messejana, em Fortaleza. O equipamento está localizado na Rua João Ferreira, esquina com Guilherme Assunção.

Além dos dois mortos, que ficaram na calçada da areninha, mais três crianças e uma mulher adulta foram lesionadas a bala no mesmo local. A reportagem apurou que as forças de segurança foram acionadas às 20h50. 

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que as investigações estão a cargo do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A Pasta também informou que as vítimas foram encaminhadas a uma unidade hospitalar. 

Continua após a publicidade

Testemunhas informaram os suspeitos chegaram ao local em dois carros. "A policial civil falou para mim que [os suspeitos] vinham em dois carros. A galera não tava com arma de pequeno calibre, porque tem muita bala no chão", contou um morador.

Em vídeos divulgados nas redes sociais, muita gente gritava e chorava no local, em meio ao desespero em prestar socorro. Ainda não há informações sobre o estado de saúde das vítimas baleadas. Diversas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionadas para o local.

Cerca de duas horas antes da tentativa de chacina, o governador Elmano de Freitas havia presidido uma solenidade anunciando o reforço de 437 novos policiais no policiamento ostensivo do Estado. O evento ocorreu na Praça de Messejana, situada a cerca 2,5 quilômetros do local das mortes.

Continua após a publicidade

INVESTIGAÇÕES

A Secretária da Segurança Pública e Defesa Social informou ainda que a ocorrência segue em andamento.

"No momento, composições do Comando de Policiamento de Choque (CPChoque), do Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) e do Policiamento Ostensivo Geral (POG) do 16º Batalhão de Polícia Militar (16º BPM) estão realizando saturações e diligências pela área com o intuito de capturar os suspeitos. A Coordenadoria de Inteligência (Coin) da SSPDS auxilia os trabalhos policiais. A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) também foi acionada e coletou vestígios que irão colaborar com as investigações, que ficarão a cargo do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)", diz nota.

Continua após a publicidade

OUTROS CRIMES REGISTRADOS NA SEXTA-FEIRA (21)

Além da tentativa de chacina, outros crimes foram registrados em Fortaleza e em Caucaia, na noite desta sexta-feira (21). Foram quatro homicídios, sendo três na capital e um na cidade da Região Metropolitana. 

Os casos ocorreram no bairro Araturi, em Caucaia às 19h26, na Messejana às 20h16, no bairro Mondubim às 21h e às 21h24 no bairro Siqueira. 

Duas pessoas foram presas por porte ilegal de arma de fogo, sendo uma em Messejana e outra no Parque Santa Rosa. 

CHACINA EM VIÇOSA DO CEARÁ

Sete pessoas morreram e duas ficaram feridas na chacina registrada no município de Viçosa do Ceará, na madrugada de quinta-feira (20).

Equipes das Forças de Segurança do Ceará estão em diligências ininterruptas na região. O caso foi na Praça Clóvis Beviláqua, no Centro da Cidade.

As vítimas estavam em um bar, ao lado da praça, quando os suspeitos chegaram de carro e motocicletas no local.

Os atiradores teriam retirado as vítimas do bar e colocado o grupo enfileirado na praça. Em seguida, os suspeitos dispararam contra nove pessoas. 

Três mulheres, com idades de 16, 23 e 25 anos, e quatro homens, com idades de 18, 21, 24 e 26 anos, foram mortos a tiros. Ana Caroline de Sousa Rocha, de 23 anos, já possuía passagens por homicídio, tráfico de drogas, associação criminosa e posse ilegal de arma de fogo e estava tornozelada.

Júlio Félix Rodrigues, 24, também vítima da chacina, tinha passagens na Polícia por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. As vítimas Ingrid Ívine de Souza Rocha, Isamara de Sousa Rodrigues, Francisco Luan Brito da Silva, André Madeira Olivindo Junior e Geovane de Amorim Silva não tinham antecedentes criminais.

TIROTEIO NA PRAÇA JOAQUIM TÁVORA

Há uma semana, na última sexta-feira (14), um homem foi morto e uma bebê de nove meses foi baleada em tiroteio ocorrido nas proximidades da Praça Joaquim Távora.

Conforme relatos de moradores e pessoas que estavam no local no momento do ocorrido, o caso ocorreu na rua Fiscal Vieira, ao lado da Praça Joaquim Távora, que fica na avenida Pontes Vieira.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a vítima, ainda não identificada formalmente, foi morta em via pública por disparos que também lesionaram a bebê, que foi levada para uma unidade hospitar.

Em operação conjunta, as polícias Civil e Militar localizaram no sábado (15) três suspeitos de participar da troca de tiros no bairro Joaquim Távora. Dois dos suspeitos foram presos e um foi morto em confronto com os policiais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias