Segunda, 15 de Julho de 2024 11:24
88981351822
Segurança Pública Violência no Ceará

Governador do Ceará liga para ministro da Justiça e cogita apoio federal após confirmar mais 10 mortes no estado

Até o momento, governo confirma dez mortes em Fortaleza e Região Metropolitana das 21h24min de sexta-feira às 2h26min de sábado.

22/06/2024 11h57 Atualizada há 3 semanas
Por: Thales Menezes Fonte: O POVO
Foto: Divulgação / Governo do Ceará
Foto: Divulgação / Governo do Ceará

O governador do Ceará, Elmano de Freitas (PT), ligou para Ricardo Lewandowisk, ministro da Justiça, após a onda de mortes da última noite no Estado.

Ele ainda frisou que, se necessário, não hesitará "em solicitar reforço de apoio federal."

Até o momento, o próprio governo confirma dez mortes em Fortaleza e Região Metropolitana das 21h24min do sexta às 2h26min de sábado.

Continua após a publicidade

Diante da situação, Elmano frisa que as ações e operações policiais serão ainda mais intensificadas, e que "todos esses criminosos serão identificados e presos."

Confira o pronunciamento completo do governador:

"Cearenses, acompanhei com imensa indignação ações de criminosos contra nossa população nas últimas horas. Dessa vez, atacando de forma covarde algumas pessoas inocentes.

Continua após a publicidade

Isso ocorre na sequência da intensificação das operações de combate ao crime que temos realizado e do anúncio de novas e mais duras medidas de enfrentamento às organizações criminosas, juntamente com a Justiça e o Ministério Público.

Ao tempo em que me solidarizo com as famílias dessas vítimas, com o sofrimento pelo qual passam neste momento, afirmo que esses ataques não intimidarão as forças de segurança do Ceará e as nossas Instituições.

Pelo contrário, as ações e operações policiais serão ainda mais intensificadas, e todos esses criminosos serão identificados e presos.

Continua após a publicidade

Se necessário, não hesitarei em solicitar reforço de apoio federal nessa missão. Inclusive liguei há pouco para o ministro da Justiça, Ricardo Lewandowisk, relatando a situação.

Os cearenses podem ter certeza de que não descansaremos nesse combate ao crime organizado.

Lamentamos muito as perdas ocorridas, mas não nos abalaremos jamais nesse enfrentamento.

Estaremos cada vez mais fortes e unidos nessa luta."

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias